14. mai de 2021

Dicas Uteis Para Quem Acabou de Ganhar Uma Calopsita

Mais do que os outros animais domésticos, a Calopsita (Nymphicus hollandicus) dependerá do seu dono para muitas tarefas pois, em geral, ela já é criada fora de espaços selvagens e abertos, dessa forma, ficando ainda mais dependentes de cuidados para viver.

A ave que é natural da Austrália, foi descrita pela primeira vez em 1792 e já foi considerada um papagaio de crista ou pequena cacatua. Em 1838 um ornitólogo inglês, John Gould, viajou para a Austrália com o objetivo de estudar a fauna e realizar desenhos de aves. Ele foi o responsável pela fama mundial das calopsitas pois ele foi o primeiro especialista a levar calopsitas para fora da Austrália. Em 1884, a fama das calopsitas cresceu, porém foi em 1950 que a popularidade aumentou de forma bastante considerável por causa do arlequim, calopsita surgida através da primeira mutação de cor (Paulline Carrilho, 2009).

Assim, é necessário conhecer ainda mais sobre essa fofura. Conte com nossas dicas, mas lembre-se que a opinião de um médico veterinário especialista é fundamental.

Alimentação

É indicado que você meça a quantidade do alimento que vá servir e deixe sua ave a vontade para se alimentar, isso facilitará o controle do que ela consumir. Se após 2 dias a ave não tiver comido nada, leve-a a um veterinário. Sobre a água, troque-a sempre que necessário, garantindo que esteja filtrada e fresquinha, ainda mais considerando o verão brasileiro.

Higienização da gaiola

Para que sua ave fique saudável, o ideal é manter uma rotina de limpeza. Além disso, ter atenção para que o jornal que, geralmente, forra a gaiola ficar distante o suficiente do seu bichinho pois pode ser tóxico e os excrementos que ali se acumulam são fontes de bactérias que fazem mal à saúde tanto nossa quanto da ave.

Você pode limpar a gaiola e os objetos lá dentro com uma esponja seca ou pano para tirar o excesso e depois passar álcool 70% para finalizar a higienização, sem esquecer é claro de trocar no papel do fundo, seja revista ou jornal. De tempos em tempos mais espaçados também é recomendado fazer uma limpezona geral com aguá quente e sabão neutro, deixar tudo secar bem e voltar a arrumar a casa da sua mascote. Lembrando que evitar produto de limpeza com cheiro forte é o ideal porque também pode fazer mal para sua calopsita.

Liberdade Extra

Ao contrário do que muita gente pensa, aparar as asas da calopsita é indolor. O ideal é que seja realizado pelo médico veterinário, assim seu pet pode dar umas voltinhas pela casa sem risco de fugir pois limitam se a voos curtinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Receba nossos conteúdos com prioridade direto em seu e-mail