13. mai de 2021

8 Raças de Cães Mais Raras do Mundo

Mastim Tibetano

O Mastim Tibetano tem origem nos povos nômades do Tibete, Índia, China e Nepal. Originalmente utilizado como cão guardião de gado, hoje é mais popular como cão de companhia e símbolo de status.

 

Esta raça gigante foi difundida pela Ásia e pelo continente europeu, e passou a participar de exposições de beleza pela Europa e América do Norte. Após mais de um século de cruzamentos seletivos, tornou-se um bom cão de companhia e guarda.

Muito popular na China, é símbolo de prestígio. Os machos chegam a atingir 1 metro de altura. Os cães criados no Ocidente pesam entre 45-72 kg, embora existam exemplares mais pesados.

Mudi

 

Mudi é uma raça de cão oriunda da Hungria. Pouco se sabe sobre a origem desta raça, embora alguns afirmem que tenha surgido em algum momento compreendido entre os séculos XVIII e XIX de cruzamentos entre animais de pastoreio e pastores alemães. Fisicamente, pode chegar a medir 47 cm na altura da cernelha e pesar 13 kg. Cão de porte médio, tem as orelhas eretas e a pelagem ondulada na maior parte de seu corpo, exceto pela cabeça e membros. Seu temperamento é classificado como vigilante, vivaz e adaptável, além de ser considerado extremamente capaz de aprender. Devido à sua reconhecida coragem, é considerado excelente animal de pastoreio.

Çatalburun

A raça de cães Çatalburun é nativa da Turquia. Eles são animais raros a primeira vista. A raça surgiu cruzando cães da mesma família, o que produziu deformação genética no nariz. Aqueles que manipulavam a raça queriam obter um cão com cheiro superior, para que fosse um caçador muito bom.

 

Em seu nome Çatalburun, “çatal” significa garfo e “burun” significa nariz. É uma raça quase desconhecida fora da Turquia, embora seja conhecida como Ponteiro Turco. Sua principal característica é a forma do nariz, porque eles têm uma divisão em duas partes. Descobriu-se que, para a caça, eles são melhores do que aqueles com o nariz comum.

Cão-Tailandês-de-Crista-Dorsal

 

Thai Ridgeback ou cão-tailandês-de-crista-dorsal é uma antiga e rara raça de cães originária da Tailândia, e que é conhecida por possuir uma faixa de pêlos invertidos em suas costas, conhecida como “ridgeback”. Essa marca que só é encontrada em apenas outras duas raças no mundo: o Rhodesian Ridgeback e o Phu Quoc Ridgeback. Cães com essa crista peculiar podem ser vistos em pinturas rupestres de mais de 5000 anos. Estes cães foram citados em manuscritos tailandeses do século IV, época na qual era usado para a guarda, a caça e como cão boiadeiro. É uma raça de porte médio, elegante e musculosa.

 

 

Lundehund Norueguês

Norsk Lundehund, cujo nome significa “cão de papagaio-do-mar”, é uma raça originalmente desenvolvida para caçar estes animais em seus ninhos. Entre os atributos conquistados para esta tarefa estão os coxins das patas maiores, êrgos duplos e dedos extras, que dão maior firmeza, além das orelhas eretas, que permitem dobrarem-se para proteção. Com a entrada do papagaio na lista de espécies protegidas, o norsk tornou-se uma raça rara, ainda difícil de ser encontrada. Cão pequeno que pode atingir os 6,5 kg, tem o adestramento considerado moderado e pode apresentar problemas digestivos.

Cão da Carolina

O Cão da Carolina (Carolina Dog) é uma raça de cão de tamanho médio ocasionalmente encontrado selvagem no sudeste dos Estados Unidos, especialmente em trechos isolados de pinheiros de folhas longas e pântanos de cipreste. Os esforços para estabelecê-los como uma raça padronizada ganharam o reconhecimento da raça Carolina Dog em dois clubes de canil menores e aceitação total no programa de estabelecimento da raça de um grande clube de canil.

 

 

 

 

 

Azawakh

Azawakh é uma raça canina oriunda de Mali. Companheiros dos Tuaregues, nômades do deserto, eram considerados membros das famílias, sempre protetores. Apelidados de “cães nobres de pessoas livres”, são considerados animais ágeis e vistos como eficientes caçadores de antílopes e javalis, por exemplo.

 

 

 

Cão de Lontra

O Otterhound, chamado também de Cão de Lontra nos países lusófonos, é uma raça de cão conhecida no Reino Unido há cerca de mil anos. De origem incerta, especula-se parentesco com o bloodhound, o terrier de pelo duro e o foxhound antigo. Cães de caça, eram utilizados principalmente nas perseguições de dia inteiro à lontras dentro dos rios e tocas. De personalidade classificada como alegre e serena, é um animal incansável, resistente ao frio e que adora água. Como a caçada à lontra foi proibida, criadores procuraram aumentar sua quantidade para que vivesem como cães de companhia.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Receba nossos conteúdos com prioridade direto em seu e-mail